PLATAFORMA PRA-1 ENTRA EM OPERAÇÃO NA BACIA DE CAMPOS

Nesta segunda-feira, dia 22/09, entrou em operação a Plataforma de Rebombeio Autônoma (PRA-1) na Bacia de Campos. Ela foi projetada para receber e escoar a produção de óleo da P-51, P-52, P-53 e P-55. Ela pode também transferir mais de 800 mil barris de petróleo por dia. A PRA-1 teve um investimento de 837 milhôes de dólares e foi construída em módulos em dois anos.

A PRA-1 faz parte de um dos mais importantes sistemas logísticos da Bacia de Campos: o Plano Diretor de Escoamento e Tratamento (PDET), que escoará, quando estiver em plena operação, parte do petróleo produzido pelos campos de Roncador, Marlim Leste e Marlim Sul, onde vão operar quatro plataformas de produção.


PRESIDENTE LULA INAUGURA A P-53 EM RIO GRANDE (RS)Quinta-feira passada, dia 17-09, foi inaugurada a plataforma P-53, que foi construída no estaleiro do Rio Grande (RS), que vai operar no campo de Marlim Leste , na Bacia de Campos próximo a PRA-1.

A Plataforma conta com 75% do conteúdo nacional e vai produzir óleo e gás.

A P-53 , a primeira a ser instalada no campo de Marlim Leste tem capacidade de produzir 180 mil barris de petróleo dia e 6 milhôes de metros cúbicos de gás por dia. A produção de óleo será escoada para terra por meio da Plataforma PRA-1.

A previsão é de que siga ainda este mês para a Bacia de Campos e comece a operar até o final deste ano.

Explore posts in the same categories: Sem categoria

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: